Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player







Notícias
   
Site












íris Gomes da Costa


Montanhas recortam o céu
emoldurando a tarde
o trem de ferro corta o chão
deixando no ar
o apito que soa longe
entre a terra e o céu azul
negros urubus

....................................................


Vento que balança
o flamboyant da minha infância
vento que espalha
minhas folhas pelo chão
vento que venta ventando
a tarde branca das borboletas
que esvoaçam
este poema bobo
numa tarde quente-fresca
de verão

íris Gomes das Costa
























Copyright © 2001 - 2017  www.saofidelisrj.com.br | Todos os Direitos Reservados.

   empresa respons√°vel Consultoria RP4 & Comunica√ß√£o   Registro DRT/RJ nº 29740