Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player







Notícias
   
Site












Setembro


1781
- Dia 27 de setembro chegam a Gamboa, atual Bairro Coroados, os Frades Capuchinhos Frei Ângelo Maria de Lucca e Frei Victório de Cambiasca, acompanhados de um "guia" - "língua" intérprete e também, o canoeiro de nome Francisco Macedo para fundação da aldeia que recebeu o nome de São Fidélis de Sigmaringa. Nesse local estavam os índios Coroados e no dia seguinte (28 foi rezada a Primeira Missa).

1799
- No dia 08 de setembro, o Padre Prefeito dos Capuchinhos, vindo do Rio de Janeiro, para orientar a construção da Igreja Matriz autorizado pelo Sr. Bispo benzeu a pedra fundamental, com a presença de Frei ângelo e Frei Victório.

1855
- No final desse ano, apareceram no local denominado Gambá, os primeiros casos de Cólera Mórbus a epidemia alcançou toda Vila, fazendo muitas vítimas, dentre elas, o padre Manoel José de Senna Penga e o Capitão Joaquim Antonio Nogueira da Gama agente do Correio. Os médicos Dr. Lossio e o Dr. Ultra, vindos de Campos davam assistência aos doentes. Os franceses aqui residentes Julio Esberard, Luiz Renner e Carlos Lerny juntamente com o alemão Felipp Bandestel se ofereceram para enterrar os mortos em grande número.

1865
- No dia 1º de Setembro terminava uma vida dedicada ao serviço de Deus e da humanidade faleceu o Capuchinho Frei Victório de Cambiasca, fundador da primitiva Aldeia e construtor dessa magnífica obra arquitetônica - A Matriz de São Fidélis.

1888
- De 1964 a 1888, São Fidélis possuía o JUIZ COMISSáRIO DE TERRAS - Pedro Nolasco Amado da Horta Forjaz Paes Leme para decidir sobre as demandas de terras. Existia o Delegado do Consulado Português - Sr. Antonio Joaquim da Costa, havia o 15º Batalhão do Serviço ativo da Província cujo comandante era o Tenente Coronel José Alves da Cunha, e ainda a guarda NACIONAL DA PROVíNCIA DO RIO DE JANEIRO, sendo comandante o Tenente Coronel Felisberto Pereira da Silva.

1926
- No dia 12 de setembro, o grande pintor Francisco Hilarião Teixeira da Silva, regressa a São Fidélis após se aposentar como desenhista da Casa da Moeda. Ele foi "o menino" que na quarta visita do Imperador D. Pedro II, desenhou a "crayon" o perfil do Monarca, recebendo como prêmio os seus estudos na Escola de Belas Artes no Rio de Janeiro.

 

Outubro

1842
- No dia 4 de Outubro, visitaram São Fidélis o Príncipe Adalberto de Honhenzollern - O Conde de Orviolla o Conde de Bismarck e o Cônsul Sr, Theremin. O primeiro primo do Imperador Guilherme I da Alemanha, mais conhecido como Príncipe Adalberto da Prússia, criador da Marinha Alemã "O Príncipe afirmara que o rio Paraíba assemelhava-se ao rio Reno em Comblenz".

1889
- São Fidélis possuía órgãos de imprensa, os jornais: O Democrata, O Paladino e O Republicano que no seu cabeçalho estampava: ”órgão dos interesses do povo e de todas as idéias de liberdade“.

1880
- No dia 22 de Outubro nasceu o maestro Patápio Silva, na Freguezia de São José de Leonissa da aldeia da Pedra, (atual Itaocara) pertencente na época, à área do Município de São Fidélis. Patápio Silva musicista famoso, foi o criador do "Chorinho Brasileiro". Foi laureado pelo Instituto Nacional de Música e, em sua homenagem a nossa Banda de Música tem a denominação de Sociedade Musical 22 de Outubro.

1890
- Dia 28 de Outubro - São Fidélis (Município) perde a Freguezia de São José de Leonissa da Aldeia da Pedra (Itaocara) elevada a categoria de Município pelo Decreto 140 do Governador Francisco Portela.

1899
- Nesse ano surgiram os jornais O Lidador e o Escudeiro e em seguida em 1903, o órgão denominado "Alavanca", editado pela Loja Maçônica Auxílio a Virtude tendo como Diretor o Médico Dr. Fidélis de Oliveira e Silva.

1907
- No dia 22 de Outubro, nasce o Tenente Victor Barroso Coelho, filho do grande médico Dr. João Ximenes Coelho e de D. Olívia Mascarenhas Coelho. Ela descendente dos primeiros proprietários das terras onde hoje se encontra a cidade de São Fidélis. O Tenente Victor Barroso Coelho, foi o primeiro Aviador fidelense, pioneiro de Correio Aéreo, que teve como destaque o Brigadeiro Eduardo Gomes.

1933
- Dia 22 de Outubro com a presença da "Lira de Apolo", Banda de Música da Cidade de Campos, o pintor fidelense Washington Seixas inaugura a sua primeira Exposição de Pinturas no Cine-Teatro Orion, na rua do Café - Rua Dr. Alberto Torres.

 

 

Autor: Aurênio Pereira Carneiro.
























Copyright © 2001 - 2017  www.saofidelisrj.com.br | Todos os Direitos Reservados.

   empresa responsável Consultoria RP4 & Comunicação   Registro DRT/RJ nº 29740